was successfully added to your cart.

InternacionalizaçãoStartups

5 Plataformas gratuitas que irão ajudar a internacionalizar sua startup (+1 Paga)

Por 25 de março de 2016 18 Comentários

Não é nada fácil começar um processo de internacionalização e uma das partes mais complicadas é com certeza encontrar clientes lá fora, além é claro de conseguir promover seu negócio no mercado internacional. A boa notícia é que hoje já existem diversas plataformas que podem tornar essa tarefa mais simples e ainda de quebra conectar você a várias soluções para diferentes mercados ao redor do mundo.
Separei nesse post cinco plataformas 100% gratuitas que irão te ajudar a levantar novos negócios, participar de treinamentos, captar clientes, se inscrever em programas de aceleração entre outras atividades de “impulsionamento” da sua empresa no mercado mundial além de uma solução paga que irá te conectar com um dos mais importantes mercados para startups nas Américas – Vancouver, Canadá.

Abaixo segue um resumo e já adianto que vale a pena investir seu tempo conhecendo bem cada uma delas.

Connect Americas
Google, DHL, Visa e Alibaba.com se juntaram ao BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para criar uma plataforma online focada em PMEs (e também startups) que ajudam empresas na América Latina a acessarem contatos de negócios, cursos online, dicas sobre exportação e oportunidades de financiamento.A plataforma proporciona também um grande banco de dados de informações sobre tarifas e regras de comércio e uma variedade de cursos gratuitos online para ajudar as empresas a aprenderem como exportar ou se tornarem parte de cadeias de abastecimento internacionais.
Além disso, o ConnectAmericas oferece aos usuários informações sobre opções de financiamento disponíveis de bancos comerciais, investidores internacionais e do BID.
Os membros que criarem perfis de usuário e de empresa receberão recomendações de contatos e de novos materiais de aprendizagem para serem acessados, com base em seu perfil de negócio e preferências.

F6s
Uma das mais importantes plataformas para quem deseja se inscrever em programas de aceleração no mundo. O F6s reune além de aceleradoras, startups, incubadoras, espaços de coworking, empresas de treinamentos, eventos, fundos de investimento, investidores anjo além de oportunidades de trabalho em startups espalhadas por todo planeta
Um outro ponto que acho bem interessante na plataforma é que eles reúnem inúmeras promoções e descontos dos mais variados serviços para sua startup, como serviços de hosting, cartões de visitas, email marketing, analytics, midias sociais, marketing digital entre as mais variadas oportunidades.

Fundacity
É uma empresa criada no Brasil mas registrada nos Estados Unidos, fazia parte do portfólio de aceleradas pela Aceleratech e ano passado foi comprada por um serviço similar americano chamado Gust.
Através da Fundacity é possível buscar programas de aceleração e conectar com investidores além de encontrar diversos eventos principalmente na América Latina.
Uma funcionalidade interessante é anunciar vagas de estágio para sua empresa com foco em candidatos estrangeiros, essa pode ser uma ótima oportunidade de realmente impactar a cultura do seu time.

Land2land
A plataforma oferece suporte para a internacionalização de empreendimentos inovadores que pretendem se instalar em ambientes de inovação, como parques tecnológicos e incubadoras de empresas em diversos países.
A Land2land oferece a facilidade de acesso a uma rede confiável, composta por parques tecnológicos e incubadoras de empresas previamente avaliados e cadastrados. Eu gosto muito dessa proposta pois através da plataforma é possível conhecer e contatar inúmeras oportunidades em 12 países como Estados Unidos, Canadá e México, na América do Norte; Portugal, Inglaterra, Alemanha, Itália e Espanha, na Europa; Coreia do Sul, Índia e China, na Ásia, dentro de uma lógica chamada soft landing, ou seja, sua startup irá receber diversas facilidades e apoio para se fixar durante um período de tempo no país escolhido.

YouNoodle
Através do YouNoodle é possível encontrar inúmeras competições de startups ao redor do mundo. É bem popular no Brasil por causa do Startup Chile que a utiliza em seu processo de seleção. O que poucos empreendedores talvez saibam é que além do Startup Chile é possível participar de diversas outras competições de organizações como Intel, The Next Web, Amazon e NASA. Uma vez que você já possui sua startup inscrita poderá com o mesmo cadastro aplicar para os demais programas de maneira simplificada por isso é sempre bom ficar de olho neles.

Van Hack
Diferente das demais a Van Hack se especializou-se em conectar talentos brasileiros do ramo tecnológico com as melhores startups de Vancouver no Canadá. A empresa utiliza um conceito de três passos que são: curso on­line que explica o mercado de tecnologia de Vancouver e ensina os melhores métodos para conseguir um emprego nesta área; consultoria de carreira e serviços de preparação de CV, Cover Letter e LinkedIn; e, por último, uma ligação entre os membros da empresa e os recrutadores de talentos. Embora seja uma plataforma paga é uma solução interessante tanto para startups que buscam entrar no mercado global através do Canadá, que é bem mais fácil que pelo Vale do Silício, como também para profissionais que buscam uma mudança de vida.

Existem várias outras ferramentas que poderão contribuir no seu processo de internacionalização mas com certeza essas seis listadas irão fazer uma grande diferença. Já utilizou alguma delas? Todas? Que tal compartilhar com a gente a sua experiência? Deixe um comentário! Será um prazer ajudá-los a esclarecer algum ponto e conhecer também suas opiniões sobre o assunto.

_

Que tal começar hoje mesmo a atrair clientes internacionais? Clique aqui e faça um diagnóstico 100% gratuito para a sua empresa.

Participe da discussão 18 Comentários

  • Rafael Costa disse:

    Muito interessante a abordagem!!! Parabéns.

  • Vinicius Rocha disse:

    Gostei da abordagem, já uso o F6s há algum tempo, realmente confesso que os demais não conhecia muito. Fiquei com uma dúvida sobre essa questão das vagas de estágio do Fundacity, como funciona?

  • Sabrina Matoso disse:

    Parabéns Leo, essa série de internacionalização tá mexendo muito comigo. Já estou ansiosa para ver os próximos posts!!!

  • Daniel Verduga disse:

    Leo, a plataforma Younoodle é muito complexa, já a alguma tempo tinha sacado essa possibilidade de me inscrever em outros programas depois que participei do Startup Chile em 2013. Só que quando vou tentar buscar não é nada intuitivo, o que acha? Alguma dica?

  • Rosa Maria disse:

    Parabéns pelo post, decobri por acaso e já estou fã!!!

  • Etivaldo Costa disse:

    Leo, venho acompanhando seus posts sobre internacionalização mas sempre me incomoda essa questão de não ir para o mercado americano. Não é lá onde tem o maior número de investidores? Tudo que vejo sobre o assunto me remete ao Vale do Silício… bom sobre as plataformas fiquei com duvida sobre essa Land2Land, esse é um programa do governo?

    • Leo Uchôa disse:

      O Vale do Silício (ou do suplício) é o sonho não só dos brasileiros mas de muitos outros países. O problema é que aqui no Brasil, por diversos fatores, temos a ilusão de que só o fato de estar lá já é garantia de receber investimento e de virar uma empresa global. São Francisco é uma cidade extremamente cara e muito competitiva, a lógica seria ir par lá apenas quem realmente tem alguma experiência internacional. Temos poucos ou melhor, quase nenhuma métrica de sucesso das empresas que vão para o VAle, é muito oba oba e pouco negócio. Existem outras opções mais acessíveis para as startups brasileiras, como Lisboa, México, Berlim entre outras.
      Sobre o Land2Land é uma plataforma da Anprotec e da Apex, não diretamente do governo.

  • Marcio B. disse:

    Cara isso é uma viagem, você defende a ideia de ir para o mercado externo mas uma startup nem tem condições de sobreviver no Brasil, quanto mais lá fora????

  • Leandro Ramos disse:

    Opa, parabéns pelos post muito interessante. Aproveitando, quero montar uma plataforma de maquinário agrícola onde conecto os donos das máquinas com as fazendas e produtores rurais facilitando o aluguel desses equipamentos e já quero lançar no mercado internacional, qual o melhor caminho??? Pra onde devo ir? Ressalto que sou eu e um programador e temos muito pouca grana. valew

  • Matheus Hipólito disse:

    Valew Leo, show de bola o post, mais uma vez me surpreendeu!!!

  • Larissa Amaral disse:

    Muuuuuuuuuuito bom, parabéns!!!

  • Lord Star disse:

    Me empolguei, agora vai!!!

  • Livio Amaral disse:

    Amigo, tentei me cadastrar na conecta americas mas achei super complicado, não vi nada sobre startup lá, acho que não deveria fazer parte dessa lista!!!

    • Leo Uchôa disse:

      No começo eu achei também, porque diferente do F6S e das outras plataformas eles funcionam para diversos tipos de negócios. A vantagem deles é te conectar com grandes empresas que podem vir a ser clientes no futuro. Depois me confirma qual o tipo de negócio que sua empresa trabalha para entender melhor como te ajudar, ok. abs

  • Ernani Vasconcelos disse:

    Tenho alguns amigos que foram recentemente para o Canadá e usaram o serviço da Van Hack, super recomendo!!!

Escreva um comentário